quarta-feira, 26 de abril de 2017

Serra de Estrelas

















Um agradecimento especial a um ouvinte/leitor da «Rádio Crítica» que, atentamente, desvendou um mistério há muito lançado aqui no blogue. Corria o ano de 2006 quando, nas referências a programas da década de 80, nomeadamente o programa «Serra de Estrelas» da Renascença FM/RFM, perguntava aqui qual o tema que durante anos a fio abria a segunda das duas horas de emissão.
Mais de dez anos depois surge a resposta e o fim do mistério. O tema chama-se "Remedial Interruption" e pertence a Shawn Phillips. 


Já agora, também vale a pena dizer que o indicativo de abertura da 1ª hora e fecho da 2ª, ou seja, o indicativo principal, é o extracto inicial do tema "The Little Fete" de Vangelis. 


O programa «Serra de Estrelas» iniciou emissões na antiga Renascença FM, canal da emissora católica portuguesa rebaptizado e formatado a partir do dia 1 de Janeiro de 1987, com o novo nome de RFM, cuja sigla significa Renascença FM. 
O programa de João Porto foi realizado no primeiro ano por Jorge Peixoto, até Outubro de 1985. Era de segunda a sexta-feira, das 20:00 às 22:00.


Duas mãos cheias de música e algumas palavras para muitos amigos
«Serra de Estrelas» na Rádio Crítica (30 de Maio de 2006) 






quarta-feira, 19 de abril de 2017

Hoje na RADAR






















O primeiro dos muitos álbuns do guitarrista Vini Reilly e os Durutti Column.
Editado pela histórica Factory de Tony Wilson, em Janeiro de 1980, «The Return of the Durutti Column» é um dos trabalhos mais importantes do post-punk oriundo de Manchester. Uma parte fundamental da Pop alternativa britânica começou aqui. 
Os Durutti Column obtiveram grande reconhecimento em Portugal, chegando mesmo a editar um álbum intitulado «Amigos em Portugal», gravado nos estúdios Valentim de Carvalho em Paço-d’Arcos, em 1983 e com edição da Fundação Atlântica. Actuaram por numerosas vezes em Portugal, uma das quais tive o privilégio de assistir na longínqua localidade de Carviçais, no nordeste transmontano. 
Este primeiro disco do projecto The Durutti Column é transmitido na íntegra no programa «Álbum de Família», com a devida contextualização, apresentação e realização de Joana Bernardo. 

4ª feira às 14:00 
Domingo às 12:00 
2ª feira às 23:00. 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Hoje em LISBOA



segunda-feira, 17 de abril de 2017

Os 30 anos deste disco





















O segundo maior êxito dos Fleetwood Mac, depois do álbum «Rumours», editado dez anos antes.
O álbum «Tango in The Night» foi editado no dia 13 de Abril de 1987 e conheceu grande aceitação na Rádio portuguesa.
Temas como “Big Love”, “Seven Wonders”, “Little Lies” e “Everywhere” estão entre os mais conhecidos da banda anglo-americana e tiveram ampla divulgação na maior parte das estações de rádio existentes em Portugal na segunda metade dos anos 80.
Ainda hoje é possível encontrar a passagem de algumas destas canções nas vozes de Stevie Nicks e Christine McVie, em especial na Rádio M80. 
Apesar de «Tango in The Night» não ser o melhor trabalho dos Fleetwood Mac é, sem dúvida, o mais conhecido. 



quinta-feira, 13 de abril de 2017

Hoje na Antena1















«Outras Vidas» é o nome do mais recente trabalho discográfico de Né Ladeiras, que vai estar ao vivo em concerto para a Rádio.
Esta quinta-feira, transmissão em directo do programa «Viva a Música» na Antena1. Entre as 15:00 e as 16:00, no Teatro da Luz, em Lisboa, com entrada livre. 
Né Ladeiras, uma das melhores vozes femininas nacionais dos últimos quarenta anos, injustamente ostracizada pela actual Rádio portuguesa. 





















Viva a Música 
Apresentação de Armando Carvalhêda 
5ª feira (15:00/16:00) 
Ouvir aqui 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

NRJ-Rádio Energia 1991

O arranque

Na semana em que passam 26 anos sobre o início da NRJ-Rádio Energia, fica aqui a memória do perfil da nova Rádio e de parte da equipa inicial. 



terça-feira, 11 de abril de 2017

NRJ-Rádio Energia 1991

O criador e a criatura 

Entrevista a Emídio Rangel, criador da Rádio Energia, antes da estação jovem iniciar as emissões no dia 8 de Abril de 1991. Há 26 anos, Rangel era o primeiro director da TSF e a Energia a primeira das duas rádios irmãs da Rádio Jornal.
Emídio Rangel foi mais além do que a então recém criada NRJ e falou da TSF da altura, do jornalismo radiofónico e da informação em Portugal.




































segunda-feira, 10 de abril de 2017

RR 80 anos



















A Rádio Renascença celebra hoje 80 anos de emissões com uma transmissão inédita em simultâneo com os quatro canais de Rádio do grupo.
Renascença, RFM, Mega-Hits e Rádio Sim estarão em emissão unificada durante um período da manhã desta segunda-feira. Às 10:00 da manhã António Sala será entrevistado por Dina Isabel e Óscar Daniel na Renascença, onde ficou mais conhecido através do programa «Despertar» durante toda a década de 80. António Sala foi distinguido este ano com o prémio carreira Igrejas Caeiro, atribuído anualmente pela SPA-Sociedade Portuguesa de Autores a uma personalidade da Rádio portuguesa.
A Rádio Renascença é a estação mais antiga em Portugal a manter o seu nome de origem. 

Ouvir aqui 

domingo, 9 de abril de 2017

NRJ 1991

A NRJ-Rádio Energia começou a emitir no dia 8 de Abril de 1991.
Este foi o primeiro cartaz anunciador da nova rádio, irmã da TSF.

PROIBIDO A MAIORES DE 21 ANOS 



sábado, 8 de abril de 2017

Teatro Radiofónico


Há dias, aquando do Dia Mundial do Teatro, aludia à tradição quase perdida da transmissão de Teatro na Rádio. Agora, é a Rádio que vai ao palco do Teatro, em várias datas e horários. De Abril a Outubro, uma vez por mês.
A Antena2 transmitirá os espectáculos mais tarde, em datas a anunciar.




























Transformámos a nossa sala experimental num Estúdio de Teatro Radiofónico para dar voz ao Bairro criado por Gonçalo M. Tavares. Um bairro onde moram grandes nomes da literatura. A direcção é de Teresa Sobral e o espaço sonoro é de Miguel Curado Sobral. O primeiro é o Senhor Valéry, pelo actor José Raposo. 

"Se tudo o que existe tem um som – e nós estamos quase certos que isto é facto – cá estão eles para o tornar o mais parecido possível com o original. Estamos no campo do teatro radiofónico"
AS VOZES DO BAIRRO: ESTREIA! 

Este sábado, 8 de Abril, às 16h00 e 18h00 na Sala Estúdio do Teatro da Trindade, em Lisboa. 

sexta-feira, 7 de abril de 2017

THE GIFT novo álbum


Editado hoje. Produção de Brian Eno.
Que me lembre, é a primeira vez que um grupo português é produzido pelo ex-Roxy Music, que produziu álbuns de nomes tão sonantes como por exemplo David Bowie, Talking Heads, U2 ou John Cale, entre outros artistas de renome internacional.





















Os três primeiros 'singles' do álbum «Altar»:





quarta-feira, 5 de abril de 2017

RADAR 15 anos





















A RADAR celebra quinze anos de emissões e marca a data em Novembro deste ano com um concerto do norte-americano Father John Misty, dia 20, no Coliseu de Lisboa.

terça-feira, 4 de abril de 2017

In Veritas Veritatis
















Faz hoje vinte e cinco anos que morreu Salgueiro Maia e, passado um quarto de século, continua o mito de que a última entrevista dada pelo capitão de Abril foi a Manuela Cruzeiro, investigadora do Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra.
Como aqui referi em anos anteriores, há locais que identificam a entrevista de Manuela Cruzeiro com a data de 1991, mas o jornalista João Paulo Guerra entrevistou Salgueiro Maia para a TSF em Janeiro de 1992.
Eis mais uma prova aqui 

sábado, 1 de abril de 2017

Os 30 anos deste disco






















Suzanne Vega – Solitude Standing 

Editado no dia 1 de Abril de 1987, o segundo álbum da cantora e compositora norte-americana teve larga aceitação na Rádio em Portugal (na TV também). O ‘single’ «Luka» conheceu ampla exposição nos transístores e ecrãs dos portugueses, levando a canção ao desgaste inevitável da sobreexposição. No entanto, a Rádio soube namorar a totalidade do disco e espraiou em suas antenas as outras canções de «Solitude Standing». O álbum venceu bem a barreira do tempo. É hoje considerado o melhor trabalho de Suzanne Veja, embora a Rádio portuguesa, que tanto e tão bem o deu a conhecer, o ignore quase por completo na actualidade. Continua-se a ouvir “Luka” aqui e acolá, mas essa não é a melhor canção do disco. É apenas a mais famosa.
Nos últimos três anos da década de 80, programas de boa memória no CMR-Correio da Manhã Rádio mostraram o verdadeiro valor deste disco de Suzanne Vega, em espaços de autoria assinados por Teresa Fernandes, no programa «Espelho d'Água», João Gobern, no programa «Faces Ocultas» e José Mariño, no programa «Circuito Fechado». 
Também os programas «Voo de Pássaro», de Júlio Montenegro na Antena1, e «Guarda Ventos», de Anabela Conceição na RSS, alargaram em antena as pérolas deste trabalho discográfico.